O Ministério da Educação (MEC) homologou, no dia 15 de dezembro de 2020, o novo Catálogo Nacional de Cursos Técnicos (CNCT), documento que tem o objetivo de informar instituições de ensino, estudantes, empresas e sociedade em geral a respeito das orientações para a oferta de cursos de educação profissional técnica de nível médio. O MEC homologou o parecer da Câmara de Educação Básica, do Conselho Nacional de Educação (CNE), que, por sua vez, aprovou a proposta enviada pela Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) para o CNCT. 

A nova versão do documento, que substitui aquela vigente desde 2014, é totalmente virtual, e está disponível em portal próprio, vinculado ao site de MEC. O novo CNCT passou por consulta pública em julho de 2020, tendo recebido, segundo o MEC, mais de mil contribuições. Além disso, por meio da Setec, o MEC pretende atualizar o documento de forma contínua, de forma a adequar o novo catálogo às demandas mais relevantes. 

Mais sobre o CNCT 

O catálogo visa oferecer às instituições e redes de ensino do país uma base para a elaboração da oferta de cursos técnicos. Nesta edição, 215 cursos, distribuídos em 13 eixos temáticos diferentes, são apresentados, assim como informações relativas a perfil profissionais dos egressos, campos de atuação, carga horária, entre outras. 

Já as instituições de ensino que ofertam cursos de natureza técnica possuem até dois anos para realização das adequações, para que a oferta desses cursos esteja em conformidade às diretrizes propostas pelo CNCT. 

Para mais informações: http://cnct.mec.gov.br/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *